É bem provável que você baixe arquivos do seu e-mail, Whatsapp Web e outros. Já parou pra pensar que os arquivos que você está baixando podem estar com vírus? Isso é bastante comum nos dias atuais.

O perigo

Veja a imagem abaixo, note que temos ali dois arquivos em PDF, no entanto, apenas um deles é um legitimo arquivo em PDF, e outro é um vírus que pode destruir seu e-mail e computador, e possíveis dispositivos que você use.

Fonte: BPV/Reprodução

Recurso do Windows

O Windows possuiu uma função que pode ajudar a evitar que você seja infectado com vírus escondidos em arquivos. O nome dessa função é “Extensões de nomes de arquivos” com ela ativada você conseguirá distinguir se o arquivo mesmo com ícone (de um programa ou arquivo especifico) é confiável ou não.

Ativando recurso

Para ativar essa nobre função basta abrir qualquer pasta do seu PC, clicar na guia “Exibir” depois marcar a caixinha de dialogo “Extensões de nomes de arquivos”. Com esse recurso ativado o Windows passará a mostrar a extensão do arquivo logo ao lado do nome. Veja a imagem abaixo. Entenda que se você clicasse no PDF.exe (o mesmo poderia infectar seu sistema) pois ali um vírus estaria escondido, pois não há motivos para um arquivo PDF ter a extensão .EXE se não for para uma finalidade obscura.

Fonte: BPV/Reprodução

Antivírus

Um bom antivírus pode parar a ação de um vírus que se esconde dentro de arquivos, no entanto, você não pode contar com a sorte, isso porque os hackers tem se utilizado de scripts bem elaborados que enganam o sistema e possivelmente seu antivírus. Mesmo assim se você possuir um antivírus procure nele alguma função que proteja e verifique e-mail, pois uma porta fácil de acesso para arquivos dessa magnitude entrar em sua máquina vem justamente de e-mails.

Fonte: BPV/Reprodução