Enfim a Microsoft ensina como ativar o TPM para que o usuário consiga instalar o Windows 11. O módulo é obrigatório, exigência para instalar o sistema. Em uma publicação no Twitter a gigante nos presenteia com um breve tutorial explicando como ativar o TPM 2.0, veja abaixo.

Método simples

Nesse primeiro método você deve abrir segurança do Windows>segurança do dispositivo.

Fonte: BPV/Reprodução
  • Se você não conseguir ver a seção Processador de segurança nesta tela, seu PC pode estar com TPM desativado. Consulte Como habilitar o TPM na página de suporte do fabricante do seu PC para obter instruções. Veja abaixo alguns site de ajuda.

Asus

Dell

HP

Lenovo

Microsoft Surface 

Fonte: BPV/Reprodução
  • Agora se exibir detalhes do processador de segurança, clique para verificar se a sua versão de especificação é de 2,0. Se for inferior a 2.0, seu dispositivo não atende aos requisitos do Windows 11. Na imagem abaixo o módulo TPM está ativado, assim não é necessário ativar em sua BIOS.
Fonte: BPV/Reprodução

Verificando via app

Recentemente foi lançado uma ferramenta chamada de Windows 11 Requirement Check Tool. Ela é portátil e muito simples de usar, diferente dos outros aplicativos que verificam os requerimentos esse é mais completo e detalha melhor se seu PC atende os requisitos.

Screenshot

Download

WR 11 CT

Ao iniciar o programa ele imediatamente verifica se o PC é compatível, se a tarja for verde, seu PC passou nos requisitos. Se for vermelho seu PC não passou no requisitos.

Fonte: BPV/Reprodução

A tarja vermelha e laranja liga o alerta de que o TMP e outros requisitos não estão presentes ou ativados no seu PC. Assim basta você clicar na barra vermelha ou laranja para que o programa leve você há uma página da web para dar maiores informações.

Fonte: BPV/Reprodução

O Windows 11 Requirements Check Tool o software verifica os recursos, como memória RAM, modo de operação da BIOS, Secure Boot, TPM 2.0, armazenamento, recursos de velocidade de processamento e virtualização, núcleos instruções, placa de vídeo e AutoHDR.

Ele ainda verifica dois requisitos que não são necessários o AutoHDR, que melhora o Windows 11 nos gráficos que reflete no desempenho do sistema. E por fim ele ainda verifica o DirectStorage, que promete melhorar o time de carregamento em jogos no Windows 11.

Tutorial Microsoft

No Twitter a MS deixou em imagens um tutorial a fim de ajudar os usuários. Confira abaixo.

Se você precisar ativar o TPM, essas configurações são gerenciadas através do firmware UEFI BIOS (PC) e variam de acordo com o seu dispositivo. Você pode acessar essas configurações escolhendo: Configurações Atualização & Segurança > Recuperação > Reiniciar agora.

Na próxima tela, escolha Solução de problemas opções avançadas > As configurações de firmware da UEFI reiniciar para fazer as alterações. Essas configurações às vezes estão contidas em um sub empreste no UEFI BIOS rotulado Advanced, Security ou Trusted Computing. A opção de habilitar o TPM pode ser rotulada dispositivo de segurança, suporte a dispositivo de segurança, estado TPM, switch AMD fTPM, AMD PSP fTPM, Intel PTT ou Tecnologia de Confiança da Plataforma Intel.

PC Health Check

Depois de liberar a versão Beta do aplicativo PC Health Check, a Microsoft em fim libera a versão final do seu aplicativo que tem como foco ajudar os usuários. O Download direto pode ser feito aqui, no entanto, se preferir poderá baixar entrando no site oficial.

Fonte: BPV/Reprodução

Agora segundo a Microsoft o aplicativo analisará o PC para ver se o mesmo passa nos requisitos para instalação ou atualização do Windows 11. Lembrando que a MS não abriu mão do suporte ao TPM 2.0, todos os computadores precisaram ter esse novo recurso. Além claro do Boot Seguro (Secure Boot). Depois da analise se alguma mensagem de alerta for exibida você poderá verificar os links de ajuda na opção “Links Relacionados“.

Fonte: BPV/Reprodução

Os links levaram o usuário a páginas de suporte da Microsoft destinada especialmente para Windows 11.